Política de Cookies

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, registo e recolha de dados estatísticos.
Ao prosseguir a navegação com cookies ativos está a consentir a sua utilização.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pela Garval.Saiba mais

Compreendi
Multiplicamos Soluções
Multiplicamos Valor
Asset 4

Notícias

€50 Milhões com Garantia Mútua para Empresários Regressados da Venezuela

2018-12-17
€50 Milhões com Garantia Mútua para Empresários Regressados da Venezuela

O IAPMEI, o Instituto de Desenvolvimento Empresarial da Região Autónoma da Madeira, a SPGM e as Sociedades de Garantia Mútua, e os principais bancos a operar no mercado nacional criaram uma linha de apoio específico para os empresários regressados da Venezuela.

O protocolo da Linha Regressar Venezuela foi assinado com as instituições bancárias no passado dia 14 de dezembro de 2018, em Penafiel, no âmbito do III.º Encontro de Investidores da Diáspora, num painel que contou com a presença do Ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, e com as intervenções do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, e da Presidente da SPGM, Beatriz Freitas, que reforçaram a importância de apoiar os empresários portugueses e luso-descendentes que passam por dificuldades na Venezuela e que regressam a Portugal em circunstâncias difíceis, permitindo assim criar condições para recomeçarem projetos empresariais.

Dotada de 50 milhões de euros e destina-se exclusivamente a viabilizar investimentos de Pequenas e Médias Empresas (PME) cujo capital social seja detido maioritariamente por empresários de nacionalidade portuguesa regressados daquele país sul-americano, desde que comprovem que lá exerciam uma atividade empresarial.

São elegíveis operações destinadas a investimento novo, em ativos fixos corpóreos ou incorpóreos; ao reforço do fundo de maneio ou dos capitais permanentes; à aquisição de partes sociais de empresas existentes, quer diretamente quer através do aumento de capital; e à compra de imóveis até 50% do total do financiamento, desde que os mesmos fiquem afetos diretamente à atividade produtiva.

O prazo das operações apoiadas poderá chegar aos oito anos, contando as PME com um período de carência de capital até 24 meses.

As operações de crédito a celebrar no âmbito da presente Linha beneficiam de uma garantia autónoma à primeira solicitação prestada pelas SGM, destinada a garantir até 75% do capital em dívida em cada momento do tempo e cuja comissão será bonificada a 100% nos primeiros 4 anos do empréstimo.

Para saber mais, esclarecer questões ou iniciar o seu processo de solicitação de financiamento, contacte aqui a agência mais próxima de si.

Os financiamentos podem ser contratados junto das oito instituições de crédito que aderiram a esta linha: CGD, BPI, Novo Banco, Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo, Montepio, BCP, Santander e Euro BIC.



Ver todas as noticias